Estação do Oriente

Estação do Oriente

A maior estação ferroviária de Portugal e um dos principais pontos de transferência entre comboios, metro e autocarros, é uma das principais jóias da arquitetura contemporânea europeia.

Hotel mais próximo da Estação do Oriente

A cobertura única e a entrada principal são obra do arquiteto de renome mundial Santiago Calatrava. A estação foi concluída em 1998, antes da Expo, e ainda hoje é um dos edifícios mais interessantes de Portugal.

A estrutura futurista esconde a sua inspiração em edifícios góticos, sugerida pelos arcos austeros e esguios da cobertura principal sobre as plataformas.

Todos os comboios com destino a norte partem daqui; se vier do Porto, passará certamente por aqui. Os horários e a venda de bilhetes online podem ser consultados em cp.pt.

Alojamento na estação do Oriente

Se viajar de comboio do Oriente de manhã cedo ou ao fim da tarde, pode ser útil pernoitar perto da estação.

Recomendamos sobretudo dois hotéis modernos com preços a rondar os 150 eur por noite, o que é um valor razoável em Lisboa:

Como chegar a Lisboa Oriente?

A estação está ligada à Linha Vermelha do metro, que o leva tanto ao centro (com mudança para a Linha Verde na estação da Alameda) como ao aeroporto.

A Estação Lisboa Oriente é também servida por um grande número de linhas de autocarro, das quais as seguintes são úteis para o turismo:

  • Linha 708 - ligação direta ao centro (Martim Moniz)
  • Linha 728 - ligação direta ao longo do rio para o centro (Pc. Comércio, Cais do Sodré, Belém)
  • Linha 759 - ligação direta ao longo do rio até ao centro (Pc. Comércio, Rossio)
  • Linha 782 - ligação direta ao longo do rio até ao centro (Pc. Comércio, Cais do Sodré)

O que ver em redor

Descubra todos os sítios a visitar em Lisboa.

Este artigo pode conter ligações de afiliados a partir das quais a nossa equipa editorial pode receber comissões se clicar na ligação. Consulte a nossa página Política de publicidade.